The Heirs

Mundo, eu finalmente assisti “The Heirs”. FINALMENTE eu assisti esse dorama e não existem palavras para descrever o quanto eu estou arrependida de não ter visto antes.

É um pouco difícil de explicar a história do dorama, porque o enredo é muito interligado e qualquer informação a mais pode acabar sendo spoiler.

“The Heirs” conta a história da Cha EunSang (Park ShinHye), uma jovem de 18 anos que trabalha em vários serviços (garçonete, entregadora de comida, coisas assim) para ajudar nas contas de casa. Sua mãe, Park HeeNam (Kim MiKyung) é muda e trabalha como empregada para uma família muito rica.

Precisando viajar para os Estados Unidos, EunSang conhece Kim Tan (Lee MinHo), um coreano que foi estudar no exterior. Por vários motivos, Kim Tan acaba ajudando EunSang em um momento difícil, mas logo os dois se separam porque a garota precisa voltar para a Coréia do Sul. O que EunSang não sabe é que Kim Tan é, na verdade, herdeiro de uma grande empresa, e que foi mandado para os EUA pelo meio irmão Kim Won (Choi JinHyuk), porque este temia que o irmão roubasse seu posto de presidente.

8cf9cdd68713a8881803034672b4b512

Um tempo depois (pulando MUITA coisa da história para não contar nada), EunSang vai estudar no Jeguk High School, um colégio de elite que só tem alunos excepcionalmente ricos, herdeiros dos negócios dos pais. Nesse colégio conhecemos outros personagens importantes no dorama.

Começando por Choi YoungDo (Kim WooBin), o aluno mal encarado, que pratica bullying e tem uma amizade mal resolvida com Kim Tan; e ainda na viagem dos EUA, EunSang conhece Yoo Rachel (Kim JiWon), a esnobe noiva de Kim Tan. [muitos nomes, espero que não esteja ficando confuso]

E é na Jeguk High School que as relações de todos os personagens começam a se ligar. Na verdade, Kim Tan é um elo que liga todos eles, porque sabemos um pouco de sua adolescência com YoungDo,  sua relação engraçada com a ex-namorada Lee BoNa (Krystal Jung), e assim por diante.

Óbvio que o dorama também gira muito em torno do triângulo amoroso formado por Kim Tan, EunSang e YoungDo, mas o enredo é muito mais do que só isso.

446340721568978784_4869a9aa_f

Logo entendemos que tudo que acontece entre as famílias é um grande jogo de interesses e de poder, onde o mais importante é quem ganha mais, quem faz mais negócios e qual família é mais rica – mesmo que isso signifique deixar de lado a relação entre familiares. Dizendo em curtas palavras, todos os personagens são vítimas do próprio destino. Nem sempre o futuro que os pais planejaram é realmente o que eles querem, levando alguns a tomarem medidas absurdas para fugir dessa responsabilidade [não posso falar quem faz nem o que faz, claro].

O dorama também é conhecido por um título maior – na verdade é um ditado: “Aquele que deseja a coroa deve suportar seu peso – Os Herdeiros” [sim esse é o título completo].  Essa frase diz tudo sobre o enredo, porque a responsabilidade para se liderar um grande império é enorme.

Agora que tentei explicar um pouco do enredo, vou falar do dorama em si.

Esse é o dorama com a maior concentração de moços bonitos por cena. Juro, era muita informação para minha cabeça lidar. Temos Lee MinHo, Kim WooBin e Choi JinHyuk, como também temos Kang MinHyuk [que interpreta o Yoon ChanYoung, melhor amigo da EunSang e namorado da BoNa], temos Kang HaNeul [Lee HyoShin, melhor amigo do Kim Tan], e Park HyungSik [o engraçado Jo MyungSoo]. Em várias cenas eu pausava e admirava a beleza deles, confesso.

img-1bb19f25ff75fa812fa666bf7d3284ac

Eu amei muito a atuação de todos eles, e vou confessar uma coisa: eu não gosto da Krystal [não tenho um motivo, eu simplesmente não vou com a cara dela]. Mas a BoNa ganhou um espacinho no meu coração, porque logo você percebe que apesar de irônica e muito ciumenta, ela não é só isso. Ela foi uma grande ajuda para a EunSang quando foi preciso, e a relação dela com o namorado ChanYoung é muito fofa. Então dou meu braço a torcer e dizer que a Krystal atuou muito, muito bem.

12f73c37fd2e56dc6d80fc0bbd20bf76

Outra personagem que eu amei odiar foi a Rachel. Já é a segunda vez que vejo a JiWon em um dorama, e a segunda vez que ela é a personagem chatinha que quer a atenção do protagonista. Mas vamos entender: Rachel e Kim Tan estão noivos por questões de negócios entre as famílias, não por se amarem – de novo, vítimas do próprio destino. Mas a Rachel realmente gosta dele, então eu senti pena dela sim, várias vezes. Porque além desse noivado, ela tem que lidar com o noivado da mãe com o pai de YoungDo. É muita gente nesse dorama, eu demorei muitos episódios para saber quem era quem.

Rachel_slapping

EU QUIS TANTO DAR ESSE TAPA

E já falando do YoungDo, eu preciso aplaudir a atuação do WooBin em pé. Ele interpretou um vilão, aproveitando a cara de mau que ele já tem. [Um comentário: se o WooBin viesse me ameaçar – como ele faz muitas vezes -, eu acho que cairia dura no chão. Ele me dava muito medo no início]. Mas com o decorrer da história nós entendemos porque YoungDo age daquele jeito, porque a relação dele com o Kim Tan é tão delicada, e porque ele é tantas coisas diferentes. Eu amei ver o crescimento do personagem, e nos capítulos finais ele foi o que mais me fez chorar. E também porque ele era engraçado sendo sarcástico, e muitas frases dele me faziam rir – apesar de ainda sentir medo dele.

woobinnoja

Os personagens secundários, todos eles, tiveram um papel importante na história. E preciso dizer que meus preferidos foram o ChanYoung e o MyungSoo [nosso alívio cômico numa história difícil].

8ba1fc2cc1549950a7935aeb4a762bc8

MyungSoo <333

Ok, até agora eu só elogiei. Vou falar do que me incomodou muitas vezes durante o dorama inteiro. Não me odeiem pelo que vou falar, lembrem que é minha opinião PESSOAL.

A escolha do Minho e do WooBin para personagens colegiais. Ok, eu entendo que a carreira deles cresceu a partir desse tipo de papel, e que eles atuaram maravilhosamente bem nos doramas. Mas eu não conseguia olhar para eles e pensar “Ah ele parece um adolescente de 18 anos”. Eles já têm quase 30 anos, e aparentam ser mais velhos que todos os outros estudantes. Achei isso incômodo, demais mesmo. Mas aplaudo a atuação dos dois, foi sensacional.

Mudando de novo o foco para falar da trilha sonora.  Eu geralmente busco só as principais, mas dessa vez eu baixei a trilha sonora inteira e ouço até as instrumentais – e fico relembrando várias cenas assim. Então se quiserem ouvir, vou deixar os links aqui e aqui.

Resumindo: “The Heirs” é muito mais do que um dorama colegial e muito mais do que o triângulo amoroso. Eu amei como as coisas foram interligadas, como a maioria dos personagens também têm ligações, e como tudo foi fechado. Acho que não tenho reclamação nenhuma do final, porque não achei nenhuma ponta solta. Foi um final emocionante [leia isso como: eu estava soluçando de tanto chorar de madrugada].

Espero que tenha ficado com vontade de assistir, e se já viu, vem rever comigo. Sério, eu fico numa depressão pós-dorama terrível sempre que acabo algum.

Nota: 9

Nível de lágrimas: 4/5

Até a próxima!

xoxodora

Dora Leiria

K-popper desde 2009, então decidi fazer um blog pra surtar <3 // K-popper since 2009, so I decided to make a blog to talk about it <3

Related Posts

3 Discussion to this post

  1. Dora disse:

    Olá Laura! Obrigada pelo comentário <3 e que bom que ficou com vontade de assistir, me deixou feliz! Não esqueça de vir aqui me dizer o que achou do dorama hein!! <3 beijos!

  2. Hi my friend! I wish to say that this post is awesome, nice written and include approximately all vital infos. I’d like to peer extra posts like this .

    • Dora disse:

      <3 waa Thank you so much for your comment! It really made me happy! Sometimes I feel insecure about my English grammar, so I try my best to write this posts :D thank you so much!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *