Moorim School

Finalmente estou de volta com uma resenha de dorama <3 eu realmente preciso me programar para assistir sempre.

E dessa vez eu vim com um dorama recente!! Transmitido do dia 11 de janeiro a 8 de março de 2016, “Moorim School” foi um dos doramas mais interessantes que já assisti!



É bastante difícil explicar o enredo, porque assim como em The Heirs, os personagens de Moorim são muito interligados.

Tudo começa com o ídolo Yoon Shi Woo (Lee Hyun Woo), do famoso grupo Mobius. Um cantor arrogante que esconde um problema sério: ele sente fortes dores no ouvido, o que pode acabar com sua carreira, já que os médicos não encontram o que há de errado. Após um incidente em uma apresentação, uma fã lhe aconselha a procurar o diretor da Moorim School, porque ele conseguirá curar sua audição.

Outro personagem importante aparece nesse momento. Wang Chi Ang (Hong Bin, do VIXX) é filho ilegítimo do chinês Wang Hao (Lee Beom Soo) – presidente da maior empresa da China, a Shanghai Group -, com a coreana Kang Baek Ji (Hwang In Young). Ele é mimado, arrogante, e esconde muitas fraquezas por trás das suas piadas. Chi Ang e Shi Woo logo se conhecem, e obviamente se detestam à primeira vista.

Depois de ser vítima de um escândalo enorme, Shi Woo decide procurar a tal Moorim School, já que as dores que sente se tornam constantes e mais intensas. Já Chi Ang é mandado para o colégio pelo seu pai – com a condição de que a mãe possa ir morar na China quando ele se formar. [Ela vive trancada em casa, pois fora a havia sido a amante do presidente Wang Hao. Assim como a mãe de Kim Tan em The Heirs]. A caminho da Moorim School, Chi Ang cai no mar e é salvo por Sim Soon Duk (Seo Ye Ji), a quem ele começa a chamar de Ariel.

Soon Duk também teve um papel importante no escândalo que envolveu Shi Woo, mas isso eu não posso explicar. O que importa é: os três personagens se encontram a caminho da Moorim School. A moça é na verdade estudante do colégio, e Chi Ang resolve estudar lá para ficar perto de sua Ariel (sim, ele se apaixona à primeira vista. É engraçado, porque ela não dá a mínima para esse sentimento dele).

64812series2

Chi Ang, Hwan Ah, Soon Duk e Shi Woo

Por já terem se conhecido – e por mais um motivo que também não posso explicar -, Chi Ang e Shi Woo começam a brigar e o selo de proteção da Moorim é quebrado.

6b1b8579ccbbc3b1133ab0378f522ea2

Como assim selo de proteção?

Acalme-se querido leitor, vou explicar: lembram que eu disse que esse é um dos doramas mais interessantes que já assisti? É porque envolve uma certa dose de magia. Moorim é um instituto escondido na floresta, e só pessoas indicadas ou escolhidas podem entrar nesse colégio. O diretor, Hwan Moo Song (Shin Hyun Joon) fez uma proteção invisível ao redor de Moorim, para que nenhuma pessoa “comum” pudesse encontrá-lo. 

O fato dos dois rapazes terem quebrado esse selo significa que eles não são tão comuns quanto se imaginava. E lembram da fã que alertou Shi Woo? Ela é Hwang Sun Ah (Jung Eugene), estudante da Moorim School [e pelo sobrenome, já deu para perceber que ela é filha do diretor].

No Moorim, o importante não são as notas, mas sim o desenvolvimento pessoal de cada estudante. Honestidade, lealdade, trabalho em equipe, entre outras virtudes, são o que os alunos aprendem diariamente – e devo dizer que nem todos pensam dessa maneira, o que gera outros conflitos. Além disso, o instituto é conhecido por suas classes de artes marciais e responsável pela formação de muitas pessoas bem sucedidas, como atletas e empresários. Porém, não há nada se referindo ao Moorim no histórico deles – a identidade do colégio é altamente sigilosa.

Toda essa proteção existe por causa de uma lenda, que diz que dentro do colégio está escondido um pedaço da chave de um grande poder, o Chintamani. A pessoa que possui-lo será capaz de controlar o mundo. Então, é claro que pessoas com ambições perigosas estão atrás desta chave. Mas além disso, essa mesma lenda foi responsável por um grande acidente ocorrido há muitos anos – e que ainda é responsável por traumas no presente (em vários personagens). [eu realmente não posso explicar mais que isso]

무림학교

Agora vamos falar um pouco sobre o elenco. Um dos motivos que me fizeram amar Moorim School foram os atores estrangeiros; entre eles, rostos conhecidos de fãs de K-pop, como o Alexander [ex-integrante do U-Kiss], no papel do ambicioso [e insuportável] Yeob Jung, e a cantora solo Shannon Williams, interpretando a fofa inglesa Shannon. Alguns dos outros estrangeiros são: Daniel Lindemann (professor Daniel) [Alemanha], Samuel Okyere (monitor Sam) [Gana], POP (estudante Nadet) [Tainlândia]. Ou seja, pessoas de várias partes do mundo passaram pela Moorim.

As personagens femininas merecem um destaque especial nessa resenha, porque elas são bem diferentes das mocinhas de outros doramas. Além de serem fortes (fisicamente e psicologicamente), nenhuma delas era cheia de frescura e dúvidas (como estamos acostumados a ver em doramas colegiais). Eu amei muito isso, principalmente a Soon Duk, que não se calava quando era provocada ou incomodada. Falo delas porque eu realmente me irrito quando a personagem principal não age, aceita tudo quieta e fica fazendo drama o tempo todo. Por mais Soon Duks nos doramas, amém.

3ef7926967d4edbcc3c6fbc1117d6bf3

“Um homem como eu já fez Taekwondo, Hapkido, Judo…”

8b79d1c5ec825e9e9c6fa51afeb8422c

“Você vai lutar com sua boca?”

8d72fba71c1dbe2a7fa89528336044c4

“Comece.” “Eu não vou pegar leve com você.”

bscap05171

“Você pode sair daqui quando eu pedir gentilmente?”

Eu amei o desenvolvimento dos personagens principais. Apesar de já estar acostumada com o clichê “rapaz arrogante se tornando uma pessoa boa”, em Moorim School até isso foi um tanto diferente. Tanto Shi Woo quanto o Chi Ang tiveram influências externas para amadurecerem em um lugar completamente diferente do que estavam acostumados a viver. Mas o interior também foi importante. Shi Woo precisava descobrir quem era de verdade, superar traumas e seu problema auditivo. E ele enxergou mais rápido qual era o caminho certo a seguir.

Já Chi Ang precisou superar não só o próprio orgulho, como também as ameaças que recebia do pai. Ele foi meu personagem preferido, mesmo que eu ficasse com raiva pelos erros que ele cometia. Wang Chi Ang não mudou de repente; ele errou, ficou em dúvida sobre em quem deveria confiar, temia pelo futuro de sua mãe e até mesmo de seu pai. Ele fez muita coisa errada, para conseguir entender o que era mais importante. E acho que foi isso que me fez gostar ainda mais dele.

329c58a1c1349a0f6cd974b447e8c78f

“Por que você desistiria quando já está quase lá?”

[Um comentário de fã: foi a primeira vez que o Hong Bin atuou em dorama, e eu realmente amei o trabalho dele. Principalmente quando ficava brava com o Chi Ang eu pensava: “ele está atuando muito bem mesmo”. Fiquei orgulhosa <3]

Aproveitando que já estou falando do Chi Ang, preciso falar do bromance entre ele e o Shi Woo. Os dois começaram brigando por tudo como duas crianças, mas naturalmente se aproximaram [essa parte eu não posso explicar], deixando as diferenças um pouco de lado. O Hong Bin e o Hyun Woo tiveram uma química muito boa. Com certeza um bromance lindo, está no meu Top 3 <3

            248bed09723561db689e428965b2b4c5 9cfb286b9e996f605ab579e7d1e7b29f

MAS nem tudo em Moorim School me agradou. Duas coisas me incomodaram:

Lembram dos personagens estrangeiros? Às vezes tinham diálogos enormes em idiomas diferentes. Por exemplo: o Yeob Jung falava frases grandes em inglês, e a Sun Ah respondia em coreano. Isso me irritava demais [apesar de ser até meio engraçado] – e houve alguns furos no enredo por causa disso. Mas nada de mais, foram detalhes mesmo. O único personagem que ninguém entendia era o tailandês Nadet [tadinho].

Pode parecer ridículo, mas o penteado da Soon Duk me incomodou muito. Dá para contar nos dedos as cenas que ela aparecia sem tranças. Ver o mesmo estilo de cabelo por 16 episódios cansa sim, mas acho que isso refletia na personalidade dela. A Soon Duk trabalhava muito para ajudar nas despesas da casa, pois o pai era cego, e também precisava ser uma aluna aplicada. Ela realmente não tinha tempo para se preocupar com bobagens como o cabelo <3

89773df1b1b2ea29d81ab13c9c0093c7

Gente, é sério, eu sou apaixonada pela Soon Duk!

Por último, mas não menos importante: a participação especial do Kim Dong Wan em três episódios. Ele fez o professor de Taekwondo Kang Tae Oh, e foi muito importante para um certo personagem. [eu precisava falar do meu bias]

Outra parte maravilhosa no dorama foi a trilha sonora, incluindo duas músicas do VIXX e uma solo do Ken. Você pode baixar a OST aqui.

Eu amei Moorim School, do começo ao fim. Apesar de ter sido reduzido [ao invés de 20, foram lançados 16 episódios], o enredo não ficou prejudicado. Todo capítulo era cheio de reviravoltas, e você até pensava que tudo estava acabado [eu entrei em desespero muitas vezes].

Ainda sinto falta de Moorim, e faz mais de um mês que acabou </3 entrou no meu Top 5 de doramas preferidos! Você pode assistir o dorama pelo Viki ou pelo Drama Fever <3

Se ficou curioso, aqui estão trailers <3 [legendados em inglês]

 

Se você leu até aqui, MUITO obrigada <3 espero que tenha gostado da resenha. Ficou curioso para assistir Moorim School?

Até o próximo post! Xoxo, Dora. 

Dora Leiria

K-popper desde 2009, então decidi fazer um blog pra surtar <3 // K-popper since 2009, so I decided to make a blog to talk about it <3

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *